segunda-feira, 28 de maio de 2007

Novidade Schmitt Barley Wine 750ml.


Como fiquei um tempo sem postar, e as cervejas não pararam, resolvi colocar dois posts na sequência, ainda mais que esta se trata de uma novidade no mercado, que ao meu ver, é excelente, pois acho a Schmitt Barley Wine uma das melhores cervejas nacionais, e agora ela está com mais uma apresentação, a garrafa de 750ml, fechada com tampa de alumínio, e um novo rótulo, e para não perder a majestade, degustei a com seu devido copo, uma bela cerveja, digna se ter seu lugar de honra na recém história nacional da cerveja.


Cerveja: Schmitt

Tipo: Barley Wine

Alcool: Varia de 8,5% a 9% ( Por causa da 2º fermentação na garrafa )

Apresentação: Garrafa de 750ml.

Espuma: Boa formação, duradoura.

Cor: Dourada pálida, e levemente turva

Aroma: Malte, frutado citrico, alcool.

Paladar: Bom corpo, frutado, alcool, malte.

Comentário: Perfeita esta "safra" da Barley Wine, continua digna de elogios, muito aromática, uma cor bonita, mas tem um detalhe é uma cerveja que, ou a ame, ou a deixe, pois não agrada a todos os paladares pela sua complexidade de aroma e gosto, mas com certeza a opinião pessoal é quem decidirá, é preciso experimentar para saber, como é uma cerveja de guarda, resolvi repousar por pelo menos 7 ou 8 anos uma, para ver como será seu amadurecimento.
Já disponível no CervejasNet

2 comentários:

thiagovalenti disse...

E fica bom guardar cerveja que usa tampa de alumnínio? Sempre achei que só dava pra guardar as que usam rolha (cortiça).

Essa eu vou comprar, a long neck é muito pouco. =]

feijão disse...

Olá Tiago

Sim não há problema algum em guardar uma cerveja com tampa de alumínio ou de lata, indiferente,desde que seja guardada de pé, na posição vertical, longe do calor e da luz. Até mesmo a Longe neck da Schmitt, pode ser guardada.
O que determina se ela pode ser guardada ou não é o tipo de cerveja e o seu preparo, geralmente cervejas que tem segunda fermentação na garrafa, um alto teor alcóolico ficam mais resistentes ao tempo, pois na segunda fermentação, o oxigênio presente dentro da garrafa é todo consumido pela Levedura (fermento), o oxigênio é um grande vilão para cerveja, pode causar oxidação, deixando ela com gosto e aroma bem ruins.
E mesmo com rolha de cortiça é necessário deixa-la na vertical, muitos acham que deixando deitada a rolha fica úmida, e não há perigo dela ressecar, entrando ar e estragando a cerveja, mas como é cerveja e não vinho, o tipo de rolha de cortiça utilizado é outro, como os de champagne, bem mais prensados, e por mais que a rolha sofra durante o tempo, ela nunca deixará passar ar para dentro da garrafa, e outro detalhe importante é que a cerveja é muito mais suscetível a pegar gosto da cortiça, do que o vinho, assim ela acaba perdendo suas características.