segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Entrevista com Sergio Fraga da Cervejaria Fraga


Sergio Fraga trabalha há 22 anos na área de TI (Tecnologia da Informação, a antiga "informática") e hoje é Gerente de Projetos nesta área, porém sua história com cerveja é mais recente. Ele começou a brincar com as panelas no final de 2005 e no dia 04 de Dezembro de 2006 começou a história da Cervejaria Fraga, fazia um ano que Sergio estava produzindo cerveja em casa quando um dos seus antigos amigos e hoje atual sócio se animou com a cerveja que ele fazia e se ofereceu para montar junto com o Sergio a cervejaria, daí mexeu com quem estava quieto, a história tomou corpo quando depois se juntaram a eles outros dois sócios.
A Cervejaria esta instalada na Estrada dos Bandeirantes, no bairro de Vargem Pequena, zona oeste do município do Rio de Janeiro.A curiosidade e uma ótima jogada de marketing é o slogan da cervejaria: “Sua busca, Sua cerveja” ou seja, quando você procurar no Google Maps as coordenadas (Latitude 26º-59’-16”S e Longitude 43º-29’-8” W) que estão impressas no rótulo, copo ou na bolacha, ele vai te indicar o local exato de onde fica a cervejaria, ou seja você “faz a sua busca” e encontra “a sua cerveja”. Fiquei honrado em ter experimentado o excelente Weiss da cervejaria na Brasil Brau, abaixo um ótimo bate papo com o caro amigo, degustem-a sem moderação.
oBIERcevando - Você irão fazer chopp ou logo de cara irão também começar a engarrafar?

Sergio Fraga:
Estamos prontos para as duas coisas, vai depender da demanda.


oBIERcevando - Inicialmente irão produzir só a Weissbier?

Sergio Fraga:
Sim, a idéia era termos um produto só, pelo menos nos primeiros seis meses, para "sentirmos" o mercado e nos acostumarmos com a operação da cervejaria. Mas o retorno que tivemos na Brasil Brau deve nos levar a antecipar outro lançamento.


oBIERcevando
- Quando efetivamente teremos a comercialização da Fraga?


Sergio Fraga:
Provavelmente em setembro.


oBIERcevando - Inicialmente será comercializada apenas no Rio de Janeiro?

Sergio Fraga: Também fazia parte do plano original, mas na Brasil Brau muita gente de fora do Rio de Janeiro se mostrou interessada, então pode ser que logo estaremos em outros pontos.


oBIERcevando - Você será cervejeiro da Fraga ou terão assessoria de alguma outro profissional?

Sergio Fraga: Sim, pretendo fazer as receitas e tocar a produção, talvez chamemos o Paulo Schiavetto para fazer um startup: configurar o equipamento, otimizar alguma coisa no processo, mas só se houver necessidade.

Sergio tirando um chopp Weiss durante a Brasil Brau.



OBIERcevando - Qual estilo de cerveja a Fraga ainda irá lançar um dia?

Sergio Fraga:
Nada definido, mas eu e outro sócios somos muito fãs de Ale’s encorpadas, de brown para red na coloração. Vamos ver...


OBIERcevando - O que mais lhe seduz na cerveja, as características do malte, do lúpulo ou da levedura?

Sergio Fraga:
O que mais seduz é justamente a gama infinita de combinações entre estes elementos. Além disto, saber que depende quase que exclusivamente do cervejeiro fazer com que isto dê certo e se repita, o que não acontece com o vinho, por exemplo, por este ser muito dependente do terroir, ou seja, as variáveis ambientais que afetam a uva.


OBIERcevando - Como será sair das panelas para a Microcervejaria, um ponto fraco e um positivo.

Sergio Fraga: Se estiver falando em relação ao processo, eu acho que o ponto forte do equipamento da micro é te permitir um controle mais rigoroso dos parâmetros da produção. Por outro lado, acho que nas panelas de casa temos mais flexibilidade para ajeitar as coisas durante a produção, caso alguma coisa se desvie. Acho que em casa a produção também permite um improviso maior, no bom sentido da coisa. Se na hora "H" você resolver colocar um pouco mais de lúpulo, ou fazer uma brassagem em uma temperatura ligeiramente diferente, por exemplo, isto significa "artesanal" mesmo. Na micro você já tem a "responsabilidade" de manter um produto regular, sem diferenças significativas de um lote para outro.


OBIERcevando - Quais as principais burocracias que enfrentaram para viabilizar o projeto?

Sergio Fraga:
Tivemos muita dificuldade para achar o local ideal para instalação, que atendesse tanto às nossas necessidades (espaço suficiente, preço acessível, fácil escoamento da produção) quanto às exigências da legislação municipal, que aqui no Rio é bem rigorosa.
Depois que conseguimos, ainda enfrentamos uma série de trâmites para conseguirmos a licença de obra e instalação.


OBIERcevando - Qual conselho daria para o cervejeiro caseiro que sonha em ter sua cervejaria?

Sergio Fraga:
Planejar muito bem o empreendimento. Além disto, acho que a pessoa deve ter certeza de que deseja realmente isto, pois muitos acham divertido fazer cerveja em casa achando que o esquema da micro é igual. Na verdade, o empreendimento comercial traz muito mais responsabilidade e trabalho.


OBIERcevando - Existe um estilo ou escola cervejeira que mais lhe agrada, e por que?

Sergio Fraga: Quando comecei a apreciar cervejas de verdade, fique fascinado com a escola Belga, pela liberdade de criação e uso de ingredientes que ela representa. Com o tempo, passei a apreciar as cervejas de outras escolas e entender as diferenças entre elas. Acho que hoje eu passeio por todas, dependendo do contexto em que quero apreciar a cerveja.


OBIERcevando - Qual será a maior dificuldade que a Fraga terá para entrar no mercado?

Sergio Fraga: Espero que nenhuma! Bem, falando sério agora, certamente não deve ser fácil começar com um nome desconhecido. Neste ponto, o tempo de espera pela conclusão da fábrica funcionou para que fizéssemos uma boa divulgação do projeto. Hoje em dia, felizmente, já temos vários interessados em comercializar a nossa produção.


OBIERcevando - Para encerrar meu caro, a pergunta de praxe, qual cerveja você gostaria de estar tomando agora, sem ser uma Fraga Bier?

Sergio Fraga: Ommegang Three Philosophers!


Desde já desejamos todo sucesso a Cervejaria Fraga e que sirva de exemplos para outros cervejeiros caseiros, mais informações sobre a cervejaria é só entrar no site aqui.

5 comentários:

Jayme Figueiredo disse...

Feijão,

Excelente entrevista, você já conseguiu provar a Fraga Weiss? Tenho certeza que deve ser ótima.

Abs,

JF
www.tabernadomamute.blogspot.com

Pivní Filosof disse...

A ver si se animan a La Ronda #15: Cerveza con el desayuno

Na Zdraví!

Ricardo Antunes da Costa disse...

Tomara que eles implementem uma loja-virtual. Toda micro deveria ter uma :)

Paulo Feijão disse...

Jayme,

Sim, consegui degustar a Fraga Weiss na Brasil Brau, um ótimo exemplar de Weiss no Brasil, vale a pena degustar.

Caro Pivni Filosof

Estamos acompanhando sempre o excelente blog que escreve.

Ricardo,

Creio que seu pedido será atendido em breve, aos poucos as cervejarias vão se adaptando a realidade.

Agradeço a todos pela visita.

Lennon Jesus disse...

Aguardando ansiosamente o lançamento oficial dessa preciosidade. :p