domingo, 10 de junho de 2007

Cervejas Kannenbier


A Cerveja Kennenbier é feita em Indaial, cidade que fica a 20 km de Blumenau, é uma cerveja caseira feita pelo nobre André, outro apaixonado pelo preciosos líquido, porém insatisfeito com a pouca variedade e o pouco sabor das cervejas nacionais, claro que há excessões, resolveu fabricar sua própria cerveja, buscou informações, viajou até a Alemanha e dai começou sua pequena produção.
Sua produção se resume em um equipamento elaborado por ele mesmo, cada "batelada" é de 120 litros, e já produziu variados estilos.
Há planos para comercialização, porém sem previsão ainda, e o detalhe é que ele pasteuriza as cervejas, todas as garrafas já possuem um rótulo, na qual o interessante é que atrás do nome Kannenbier, há desenho com gotas, que dá a impressão de estar molhado, e o desenho é o mapa mundi, muito interessante.
Na oportunidade conseguimos degustar uma Stout, que estava guardada desde Outubro do ano passado, e a outra cerveja uma Weiss, porém na minha opinião, saiu mais para uma IPA maravilhosa, pois ele gosta de "temperar" bem com lúpulo suas receitas, veja as impressões

Cerveja: Kannenbier Tipo: Stout
Apresentação: Garrafa 600ml.
Álcool: em torno de 5%
Cor: Avermelhado bem escuro
Espuma: Boa formação, média duração.
Aroma: Leve Malte, Toffe, Chocolate.
Paladar: Chocolate, Fermento, leve doçura, médio amargor.
Comentário: Como disse esta cerveja ficou praticamente nove meses engarrafada, muito interessante como manteve uma boa carbonatação, a boa formação da espuma, o leve adocicado do malte, a cor muito bonita, mas particulamente não a enquadraria dentro do estilo Stout.


Cerveja: Kannenbier Tipo: IPA
Apresentação: Garrafa 600ml.
Álcool: em torno de 5%
Cor: Alaranjada, turva.
Espuma: Boa formação, ótima duração.
Aroma: Lúpulo
Paladar: Bem lupulada, bom corpo devido aos dois tipos de malte utilizados, e com ótima adstringência, o gosto persistente na boca fica por um tempo.
Comentário: Esta cerveja foi feita em Fevereiro, e a tomamos em 03/06/2007, ela tem uma carbonatação natural muito boa, bom corpo, equilíbrio entre os lúpulos aromáticos e de amargor, o aroma de lúpulo é muito bom, e a espuma forma “ilhas” por causa de sua ótima duração, o lúpulo ajuda bastante por ser um conservante natural. Utilizei um “vaso” da La Trappe para tomá-la e pode se notar que apesar de ele ter uma boca grande, a espuma se manteve até o final.

Um comentário:

thiagovalenti disse...

Muito legal a iniciativa do cara de fazer a cerveja, quando se tem vontade, se faz. E uma batelada de 120 L, é respeitável. =]

O rótulo, pelo ponto de vista de um designer gráfico que sou, podia melhorar sim, pelas fotos eu não consegui identificar nada.
Eu até trabalharia por permuta, justíssimo. =]